A Arte de Viver

abbra.eng.br                                  Valmor  Vieira

    

Principal

       

Magia

Talismãs
Tarô
Kama Sutra
Cromoterapia
Numerologia
I Ching
Sonhos Lúcidos
Orações
         

Capacitação

Vivências
Jogos
Cursos
Conferências
Palestras
Livros
         

Filosofia

Mensagens I
Mensagens II
Mensagens III
Mensagens IV
Mensagens V
        

Humor

Cartum
Causos
Piadas
      

Conheça-me

Contato
        

 

 

Sic volo, sic jubeo, sic pro ratione voluntas

  • Mar da Galiléia - Tiberíades Israel

    Meu lar é um inferno...

    O pobre homem chegara ao fundo do poço e resolveu procurar seu rabino para pedir conselhos.
    - Santo rabi! - clamou ele. - As coisas estão indo mal comigo, e piorando a cada momento! Somos pobres, tão pobres, que minha esposa, meus seis filhos, meus sogros e eu temos que viver num casebre de um só cômodo. Estamos sempre no caminho uns dos outros e com os nervos à flor da pele por causa de todas as nossas desgraças. Não paramos de brigar e discutir. Acredite: meu lar é um inferno e eu preferiria morrer a continuar vivendo assim!
    O rabino ponderou a questão gravemente.
    - Meu filho - disse por fim, - prometa que fará exatamente como eu lhe disser e sua condição irá melhorar.
    - Eu prometo, rabi - respondeu o homem atormentado. - Farei tudo e qualquer coisa que me pedir.
    - Diga-me, então, que animais ainda possui?
    - Tenho uma vaca, uma cabra e algumas galinhas.
    - Ótimo! Volte para sua família e coloque as galinhas dentro de casa para morar com vocês.
    O pobre homem ficou estupefato mas, como havia prometido ao rabino, voltou para casa e levou as galinhas para morar com a família dentro de casa.
    Alguns dias depois, porém, retornou ao rabino e lamentou-se:
    - Rabi! Fiz como você havia dito e levei as galinhas para dentro de casa. Mas o que aconteceu? Uma desgraça, rabi, uma desgraça. As coisas estão piores do que nunca! Minha vida está um verdadeiro inferno. A casa está agora cheia de penas e titica de galinha! Salva-me, rabi, salva-me, por favor!
    - Meu filho - respondeu o rabino com serenidade. - Não se desespere. Volte para casa e coloque a cabra dentro de casa para morar com vocês. Deus irá ajudá-lo!
    O pobre homem achou que ia enlouquecer, mas voltou para casa e levou a cabra para dentro de casa. Mas não demorou até que voltasse correndo até o rabino.
    - Santo rabi! - lamuriou-se. - Ajude-me, salve-me! A cabra está destruindo tudo dentro de casa: está transformando a minha vida num pesadelo. O cheiro está insuportável e ninguém agüenta mais a sujeira.
    - Meu filho - condoeu-se o rabino. - Não se desespere. Deus irá ajudá-lo. Volte para casa e traga também a vaca para morar com vocês.
    O pobre homem achou que ia enlouquecer, mas voltou para casa e levou a vaca para morar com a família dentro de casa. Logo no dia seguinte, porém, voltou desesperado ao rabino.
    - Rabi, rabi! Seus conselhos só estão nos trazendo desgraças! As coisas não param de piorar. A vaca transformou minha casa num curral e agora estamos vivendo de fato no meio da bosta. Como pode um ser humano dividir o seu espaço com um animal? É um inferno, rabi, um inferno!
    - Meu filho, você tem razão. Volte e tire todos os bichos de dentro de casa.
    No mesmo dia o homem correu para procurar o rabino.
    - Rabi, rabi! - gritou ele com o rosto resplandecente. - Minha vida voltou a ser um paraíso. A casa está limpa, sossegada e vazia como não se via há muito tempo. É um prazer viver nela.

    Hassidismo

         
Home
        

Album

Paisagens
Pessoas 
Flores
Animais
Moradas
       

Viagens

Fernando Noronha
Natal
Florianópolis
Pantanal
Chapadas
Bonito
Nordeste
Bahia
Rio de Janeiro
São Mateus Sul 
Istambul
Jerusalém
Outros
Radical
         

A sua opinião

 

 

 

 

TC