A Arte de Viver

abbra.eng.br                                  Valmor  Vieira

    

Principal

       

Magia

Talismãs
Tarô
Kama Sutra
Cromoterapia
Numerologia
I Ching
Sonhos Lúcidos
Orações
         

Capacitação

Vivências
Jogos
Cursos
Conferências
Palestras
Livros
         

Filosofia

Mensagens I
Mensagens II
Mensagens III
Mensagens IV
Mensagens V
        

Humor

Cartum
Causos
Piadas
      

Conheça-me

Contato
        

 

Sic volo, sic jubeo, sic pro ratione voluntas

  •  A FORMIGA E A CIGARRA


    Era uma vez, uma formiguinha e uma cigarra muito amigas.

    Durante todo o outono a formiguinha trabalhou sem parar, armazenando comida para o período de inverno.

    Não aproveitou nada do sol, da brisa suave do fim da tarde e nem do bate papo com os amigos ao final do trabalho tomando uma cervejinha.

     Seu nome era "trabalho" e seu sobrenome, "sempre".

     Enquanto isso, a cigarra só queria saber de cantar nas rodas de amigos e nos bares da cidade; não desperdiçou um minuto sequer, cantou durante todo o outono, dançou, aproveitou o sol, curtiu para valer sem se preocupar com o inverno que estava por vir.

    Então, passados alguns dias, começou a esfriar.

    Era o inverno que estava começando.

    A formiguinha exausta de tanto trabalhar, entrou para a sua singela e  aconchegante toca repleta de comida.

    Mas alguém chamava por seu nome do lado de fora da toca.

    Quando abriu a porta para ver quem era, ficou surpresa com o que viu: sua amiga cigarra estava dentro de uma Ferrari com um aconchegante casaco de vison.

     E a cigarra disse para a formiguinha:

     - Olá amiga, vou passar o inverno em Paris. Será que você poderia cuidar da minha toca?

    E a formiguinha respondeu:

     - Claro, sem problemas! Mas o que lhe aconteceu? Como você conseguiu dinheiro para ir a Paris e comprar esta Ferrari?

    E a cigarra respondeu:

     - Imagine você que eu estava cantando em um bar na semana passada e um produtor gostou da minha voz. Fechei um contrato de seis meses para fazer shows em Paris... A propósito, a amiga deseja
    algo de lá?"

    Respondeu a formiguinha:

     - Desejo sim. Se você encontrar um tal de La Fontaine por
    lá, manda ele ir para a puta que pariu...

     MORAL DA HISTORIA:

     *Aproveite sua vida, saiba dosar trabalho e lazer, pois trabalho em
     demasia só traz beneficio em fábulas do La Fontaine e ao seu patrão!!!*

    AUTOR DESCONHECIDO

    Veja a Mensagem do Dia 

    Vamos nos divertir um pouco??!!!

         
Home
        

Album

Paisagens
Pessoas 
Flores
Animais
Moradas
       

Viagens

Fernando Noronha
Natal
Florianópolis
Pantanal
Chapadas
Bonito
Nordeste
Bahia
Rio de Janeiro
São Mateus Sul 
Istambul
Jerusalém
Outros
Radical
         

A sua opinião

 

 

 

 

TC