AbbrA 

 
   

A Arte de Viver

Valmor  Vieira

AbbrA - A Arte de Viver; milhares de páginas visitadas por dia; Treinamento de liderança e criatividade: resumos de  cursos, conferências e palestras; jogos, vivências, exercícios, testes e dicas para a sua formação pessoal e profissional.....

Marcus Vieira

AbbrA
Capacitação
 e treinamento
Exercícios e testes
Jogos Intelectuais
Resumo de cursos
Vivências
Dicas especiais
 
Filosofia
Fábulas
Mensagens 
Citações
Poesias 
 
Álbum da
Natureza
Paisagens
Pôr do sol
Flores
Animais
Pássaros
Borboletas
Praias
Moradas
 
Humor

Causos

  Cartoons e fotos

 
Magia
Sonhos lúcidos

Kama Sutra

Orações e preces

Auto-afirmações
Enigmas
Talismã sagrado
 
Radical Demais
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Empreendedorismo

e

Treinamento de Líderes

Dicas especiais

     

Fixando meta para seus funcionários

 

As empresas que desejam sair na frente e implementar programas substanciais em prol do desenvolvimento geral da organização devem ter bem claros os conceitos de objetivos e metas.

O que é objetivo?

Visão ou desejo de realização de uma ação, idéia ou sentimento que se quer alcançar num determinado período de tempo, a curto, médio ou longo prazos. Profissionalmente, esse desejo é voltado para os direitos e as obrigações atribuídos a um cargo de comando na empresa.

O que é meta?

Marco, limite, desafio, algo que se pode realizar, etapa a ser atingida dentro de um objetivo, no seu todo ou em parte. Uma ou mais metas podem ser necessárias para se alcançar, por completo, um objetivo. Num ambiente participativo, a meta deve ser traçada para o mesmo período correspondente ao ciclo. Em outras palavras, se o ciclo vai de julho a dezembro (seis meses), a meta deve ser alcançada durante esse período, com término, no máximo, em dezembro.

O que é plano tático?

Providências, tarefas, passos que devem ser trabalhados para que a meta possa ser atingida. É uma forma de planejar tudo o que precisa ser feito para tornar a meta uma realidade. Trata-se de instrumento de extrema utilidade, principalmente quando a meta envolve o trabalho de outras pessoas ou setores.

O que é responsabilidade conjunta?

Exigência da meta cuja evolução e atendimento dependem do trabalho de pessoas, departamentos, setores ou áreas diferentes daquelas a que pertence o responsável pela meta. Normalmente, a responsabilidade conjunta aparece quando se elabora o "plano tático operacional".  

Fixação de objetivos e metas

Uma vez definidos os conceitos, é indispensável enfatizar que o processo de fixação obedece a uma rotina formal em que, ao final, chefe e empregados chegam a um acordo sobre quais as metas a serem seguidas pelos subordinados, a faixa de atendimento mínimo e máximo, bem como o peso que cada uma representa no conjunto de metas que devem ser seguidas.

Alguns requisitos básicos devem ser obedecidos para a correta fixação de resultados e metas.

Deve-se chamar a atenção, principalmente, para três características fundamentais desse programa, sem as quais a sua credibilidade estará comprometida.

1. Os objetivos e as metas são fixados de baixo para cima na pirâmide hierárquica.

Sem dúvida, a fixação de objetivos e metas é estabelecida segundo as prioridades gerais da empresa, e não aleatoriamente, embora com plena liberdade para que cada empregado possa exercitar a criatividade e propor o que pretende fazer como contribuição ao atendimento das prioridades que lhe foram transmitidas.

É nesse aspecto que se baseia o sucesso de fixação de metas, já que a mesma prioridade comunicada a muitos departamentos/empregados resulta em verdadeiro efeito multiplicador, em que cada um deve enxergar o quanto pode e deve fazer para que objetivos e prioridades sejam atingidos.

2. As metas devem ser sempre quantificadas.

À primeira vista, pode não parecer um problema; no entanto, na maioria dos casos, na hora de relacionar suas "metas", os empregados costumam fazer mera descrição de funções ou atividades burocráticas.

Deve-se ter especial cuidado com as justificativas utilizadas para explicar a dificuldade de estabelecer metas em determinadas posições. As áreas que comumente são menos receptivas à fixação de metas são as de staff (assessoria), às quais, contudo, também podem e devem ser atribuídas metas perfeitamente quantificáveis.

3. Cada meta tem um peso relativo proporcional à sua importância no quadro geral de metas a serem trabalhadas.

Os empregados devem compreender que nem todas as funções têm igual importância, e que se deve investir o maior tempo possível nas metas mais representativas para a empresa.

Características do plano tático operacional

O plano tático operacional deve ser permanentemente utilizado para planejar, passo a passo, o atendimento da meta. Observa-se que há objetivos e metas corretamente elaborados, mas sem nenhum sucesso na hora de implementação. Isso acontece porque, em geral, o empregado se dedica tanto ao processo de maturação que as metas se tornam muito desafiantes. Uma vez ultimado o plano tático operacional, pode-se concluir que, pelo simples fato de as metas estarem estabelecidas por escrito e documentadas, acabarão sendo atingidas. Tal fato não é real.

Para que um plano de metas se concretize, é preciso que todos contribuam, e a melhor maneira é o apoio de um plano tático que mostre a cada um a maneira sistemática de as metas serem atingidas. Um plano tático deve ser um instrumento que facilite responder às seguintes questões: o que fazer, como fazer, quem deve fazer e quando deve ser feito?

Finalmente, vale alertar para alguns "pecados" a serem evitados por quem vai deflagrar um plano de fixação de metas.

·         Querer impor as metas, em vez de apelar para a criatividade da maioria.

·         Mantê-las em segredo, em vez de divulgá-las e apelar para a responsabilidade conjunta.

·         Não acreditar nas metas estabelecidas.

·         Fixar a meta máxima - fácil de ser alcançada -, demonstrando, assim, que não será despendido esforço extra para atingi-la e que não será algo desafiador.

·         Não negociar e não cobrar as responsabilidades conjuntas.

·         Não dar a devida importância à elaboração do plano tático operacional.

·         Não realizar uma autochecagem parcial durante o ciclo, deixando tudo para o final.

Bibliografia:

1.      ARPE, Carlos Alberto e CORREA, Waldir E. Objetivos, metas e planos táticos. Sala do Empresário, São Paulo, v.3, n.12, p.5-6, set./nov. 1996.

Elaborado por: Luciana Emery (Balcão SEBRAE)

 
 
     

Esta página estará sendo atualizada. Visite-a com freqüência e confira as novidades. 

 
     
  Veja outros jogos, dicas e testes  
     
 

Vamos nos divertir um pouco??!!!

 
     
     

 

 Viagens 
Meu Brasil
Fernando Noronha
Foz do Iguaçu
Rio de Janeiro
Florianópolis
Pantanal
Chapadas brasileiras
Nordeste do Brasil
Litoral Sul do Brasil
Bahia
Bonito
Gramado e Canela
Outros 50 Locais
 América do Sul 
Argentina
Buenos Aires
Bariloche
Península Valdez
Bolívia
Tiahuanaco
Ilha do Sol
La Paz
Chile
Puerto Varas
Pucon
Viña del Mar
Santiago
Cordilheira dos Andes
Lima
Paraguai
Assunção
Ciudad del Este
Peru
Machu Picchu
Cuzco
Nazca
Puno
Pisco
Lima
Uruguai
Montevideo
Colonia Sacramento
Punta del Este
Venezuela
Caracas
Isla Margaritas
Parque Morrocoy
Mérida
Los Llanos
 Outros países 
Grécia
Atenas
Mykonos
Santorini
Ilha de Creta
Israel
Jerusalem
Turquia
Istambul
Capadócia
 Minhas Viagens  
 Inesquecíveis  
 

Sic volo, sic jubeo, sic pro ratione voluntas